"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

18.3.09

Chuva vazia


A chuva jorra lá fora,

e em meus olhos, detona a cor..

cor de lágrimas

que choram..

traz a tristeza de mais um dia sem sol..

no horizonte repleto de preto..

cor fria, que inebria qualquer pensador..qualquer sentimento

não sei ao certo o que ela quer me dizer..

traz consigo um som calmo e suave..

de uma melodia sem palavras de amor..

as gotas a escorrer pelas folhas daquela árvore

me mostram o percorrer, sem sabor..

numa água gelada, a molhar o rosto sem graça..

da alma vazia..

situações diversas se mostram

uma fantasia

caminha-se um novo dia..

mas onde está aquele sol..

que era para nascer..

a chuva fez questão de esconder..

(Palavras em vão)

Nenhum comentário: