"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

6.3.09

A história do amor

Por um canto da história..
a vida se transforma em parábolas andantes..
a liturgia do amor recoa firme nos corações amantes..
na era antiga, seus trovadores ressoavam cantigas
mas não deixavam de lado este sentimento avassalador..
o soneto ilustrava sua beleza, pureza, delicadeza
nas poesias, nas rimas, nos versos de amor,
cantados, chorados, poetizados,
quem fosse morto, havia morrido de amor..
seus jejuns da vida, tudo por amor..
seus motivos para viver, para amar..
suas serenatas a beira-mar, tudo por amor..
quem dirá que este sentido um dia vai se acabar...
que os versos das antologias poéticas nunca se disfaçam
como vento a soprar pelo tempo
e cada vez que um coração chorar..
chore em seu favor
pois não há versos tão belos
que se façam
que não sejam pra falar de amor..
texto escrito por: Palavras em vão

Nenhum comentário: