"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

4.3.09

O eu

Traduzindo:

pelos cantos da vereda de meus pensamentos..

um riso flutuante, de um sentimento atuante..

decidiu seguir a pegada da emoção...

quase o prendi nas grades da ilusão..

mas não teve jeito..conseguiu um habeas corpus..

e se pôs novamente em ponto de saída..

para reencontrar um outro coração, não sei onde..

desiludido com o crime do querer-bem..

encontra-se na cidade grande

a solução foi se abrigar dentro dele mesmo e escolher a compania certa..

e quem disse, que há algo fácil,

pronto como um prato feito(PF), esperando para se tornar um alimento rápido

como em um restaurante simples..

não há..é preciso tempo, olhares atentos..percepção..visão..

cada instante transforma-se em um diamante de sentidos,

agora digo com clareza, preste atenção

a vida é mais do que simples valores materiais,

preciso colocar isso como fato novo nas mentes insanas..

será uma meta a alcançar,

será que um dia conseguiremos..mudar um pedaço do mundo,

o mundo que nos rodeia pelo menos..

quero que reine sentimentos, vida, poesia, em uma canção,

mas não espere que a individualidade seja antecipada, sobressaia o coletivo, ainda é um querer demais..

o indivíduo precisa descobrir-se e ser apenas o que deve ser,

mas que não se esqueçam de que, além do eu...

tem-se o nós para viver

só isso, nada mais..

Nenhum comentário: