"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

9.3.09

Um lugar misterioso

Tratava-se de um lugar no meio do nada, no fundo de um sonho..

onde os pássaros cantavam profundo a melodia da ilusão..

um lugar chamado arte, seu espaço glorifica, encanta, chama aos olhares, destaque:

para o silêncio jamais visto ou encontrado..
a água límpida molha as rochas, como um rio destinado a encontrar o mar..

tua respiração, simboliza um soar de vibrações perfeitas..

uma obra de Deus,

versos seriam pouco para tamanha beleza,

não conseguiria sair daquele lugar, nem mesmo eu queria..

queria estar lá por séculos a pensar.

refletir sobre a vida, só a andar,

as flores refletiam um perfume paquerador..

não podia ser diferente a imagem que a gente sente..

longe dali avistava-se a vida a caminhar em uma cidade de sons sem parar..

mas mesmo assim, ali eu me vi a viajar..

não sabia ao certo o que esperar..daquele instante ou se voltaria a sonhar..

aproveitei e ao olhar as árvores numa dança majestosa, raios solares a penetrar por sua imensidão,

sem rumo, apenas eu e a solidão..

quase me vi perdida, mas um casa no centro deste lugar me fez parar..

casa simples, de cor pálida, uma pequena e típica de interior..

simples em seus detalhes, um arco-íris de cor..

um banco de praça, me fez repousar, admirar..aquele instante, doce instante,
o silêncio do tempo me acompanhava em cada passo que eu dava,
era um momento só meu..
destinado aos meus sentimentos..
não esperava nada..
só minhas palavras eram jorradas ao vento...
recitando versos
instante mágico, contemplador..
por mim eu ficaria para sempre naquele lugar..
sem direito de dizer "adeus"..
texto escrito por: Palavras em vão

Nenhum comentário: