"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

24.4.09

Os ventos que as vezes tiram algo que amamos, são os mesmos que trazem algo que aprendemos a amar..

Por isso não devemos chorar pelo que nos foi tirado e sim aprender a amar o que nos foi dado..

Pois tudo aquilo que realmente é nosso, nunca se vai para sempre...

(Fernando Pessoa)

Um comentário:

Amato disse...

Grande poema!Fernando Pessoa é um de meus poetas preferidos e todos seus heteronômios.Abraço do Amato.