"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

1.4.09

Tudo [em seu devido tempo]

Não sei como as coisas acontecem..
mas simplesmente acontecem..
demonstram-se em detalhes..
insignificantes as vezes..
e quando percebemos deveras se mostra..
do nada surgem, somos pegos de surpresa
como pequenos grãos que se tornam de um dia por outro,
árvores fortes
cada um transforma seus momentos, creio que pela fé..ou algo denominada sorte..
cada um diz o que acredita sobre isso,
a certeza portanto é uma porta mais eficaz..
a magnitude de nossos atos, dependem normalmente de nós..
pessoas aparecem do nada e nos fazem sorrir..
coisas boas nos trazem lembranças de momentos longíquos..
festas nos lembram infância, adolescência, juventude..
coração nos faz lembrar de pessoas que nos machucaram profundamente
do nada isso tudo é renovado,
com coisas novas que surgem do nada..
e nos trazem outros mundos,
outras estradas,
outros pensamentos,
não melhores ou piores,
mas significantes, dar valor é um aspecto que deve ser pensado..
tudo não acontece por acaso..
somos viajante deste transporte: vida,
e cada um constói sua rotina, a partir de seus atos..
tudo que chega a nosso alcance é porque merecemos..
se não for de nosso merecimento é por que devemos dar a volta por cima..
e começar outra vez..
renovar,
tentar denovo,
só que não mais errar..
acertar agora,
cada coisa tem seu tempo certo para acontecer..
se não foi agora..
amanhã será talvez
e cada um faça por merecer..

Nenhum comentário: