"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

15.5.09

Despedida


O que tinha que ser, foi apenas uma despedida
a vida segue o seu destino comum
os caminhos agora levam a lugares mais seguros..
chega uma hora exclusivamente, que é preciso decidir
se somente ficar ou sair..

bom, é preciso ir de vez..
essa é uma perfeita decisão
horas, dias e meses a pensar..
a mais difícil e nítida solução..

não há mais espaço
foram tempos perdidos..
todos os diálogos indevidos..
deletar o que se construiu..

não é mais necessário esperar esse dia chegar..
ele chegou
não há mais palavras para se dizer..
tudo se acumulou o bastante, exageradamente até..
que na testa se feriu..fez tatuagem penetrante..




agora um momento de silêncio surge..
veio a confirmação..
sim, diga a verdade..
um dia tudo isso desaparece..
chega! A ânsia de estar, onde querer não estar..

tudo tem seu outro caminho
tudo se esquece..
é melhor seguir por outro lado..
não há mais esperanças..
nem mesmo é preciso decifrar..

tudo está ali
onde deveria estar..
agora só resta se despedir..



Adeus...

2 comentários:

Cris disse...

é...tudo tem fim, a gente sente, mas quando algo precisar acabar , precisa acabar...não há mais nada a fazer...

Amato disse...

Que lindo este poema!Passei a semana sem vontade de ler ou escrever poemas,por causa de meus problemas pessoais,mas vi que perdi tempo!Sua poesia esta linda!!!!Amato