"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

12.6.09

O azul do céu e o sol a brilhar

É preciso dizer adeus a ilusão
desta chamada conectividade,
de tarefas e deveres
e gloriar este dia lindo
seus raios solares,
o verde do campo, o claro,
o tempo quente, exuberante
que brilha e aquece a pele.
bom sair e ver o dia..
todo colorido, apaixonante,
aproveitar a brisa leve da manhã..
ou o fervor da tarde..
a iluminar ainda mais a mente..
Lindo o dia
o sol
seu brilho, sua venturosa e imensa claridade..
objeto de poesia todos os dias..
Belo o azul do céu..
e o sol que clareia a vida...

2 comentários:

Lídia Borges disse...

Parece que, tal como eu é adepta de uma poesia de sensações, baseada na paixão pela Natureza.

Obrigada pela sua visita às minhas "searas"

Um beijo

Lídia Borges disse...

Muito bonito o seu poema. Interessante a mensagem!

Um beijo

Obrigada por ter passado nas minhas searas.