"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

16.8.09

Deixe a curva passar, os olhos se fecham..



Talvez encontre uma curva ali adiante

que ao final do caminho se reserve

o medo existe

mesmo que a esperança conte aqui

não faz parte, esse mundo meu


essa curva ali adiante

é completamente sinuosa

totalmente imperfeita

mais é preciso ir


por entre palavras

e pedágios

estamos ali

mesmo que inseguros

a estrada tem seus detalhes

que pela sombra das árvores

somem, o reflexo do sol...

agonizante

os pensamentos fluem

voam como as horas do determinado tempo




são quilômetros de estradas

mais há uma curva ali

quem sabe não encontrará ao final

tudo que um dia se tornou a pedir..

um desejo vire sonho

real em ti..




mesmo que palavras contrárias e anônimas


tentem nos iludir..

o que vale é a razão de mudar o rumo

vamos então parar um pouco este veículo

e analisar o mapa, será que é chegada a curva

que nos leve a seguir..


neste instante de parada

os olhos se fecham

para toda imagem e distração

para verificar a verdade do coração..


ele afirma

deixe a estrada correr


ou não vamos em frente

sem esquecer

que ali

uma curva vai surgir

e teremos que por ela decidir..

mesmo que não haja destino

faz parte do ritmo

caminhemos na direção do vento

sem compania, isso é preciso,

só a vida irá dizer..


vamos lá, a curva há de chegar

para nos mostrar

que a caminhada valeu a pena

ou que apenas foi mais

uma desta rodovia a nos enganar..


essa última hipótese é a mais certa

embora de todas a mais direta

veremos ao final da curva

que é melhor seguir as placas

que nos levem na direção contrária

ou se caminharemos juntos sem cessar..



vamos em frente, ou tome a decisão agora..

antes da curva amparar..


depois não se arrependa


do que deixou para trás..

Nenhum comentário: