"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

10.8.09

Nem mesmo a página muda, se o sentido faz que ela permaneça, escreva a sua página e deixe-a te descrever

Se aquela página era construída
todos os livros se acolheram então..
pela rapidez em transpor cada linha
daqueles versos que escritos a mão..

não faz parte do cenário
toda a adversidade aviltante..
se agora já é tarde
o amanhã é transformante..

se o futuro a ninguém pertence
a vida, prefiro senão
todos os lares adormecidos
cada um cumpra seu papel então..

se a cada fala, o personagem refaz..
exclua todos os tipos de palavão..
nem mesmo isso faz parte
da doce e harmoniosa canção..

pela rua a seguir
os carros a passar
se ao menos uma fala dessas surgir
é preciso aclamar..

o belo dia há de chegar
não há regalos nem inspiração
é realidade livre
sem cunho de qualquer fascinação..

é preciso liberdade
para fazer o tempo correr..
a página que se escreve..
faça ela te descrever...

Nenhum comentário: