"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

17.12.09

Quando eu mais precisava de alguém!


Enquanto isto, me ame,
como jamais amou
Abra seu coração pra mim
E deixa-me ser dono do teu amor
Se sentires feliz
talvez descubras o quanto te amo

- Decifra-me
Eduardo Barqueiro -


Deus faz tanto por nós
que de repente, do nada
quando eu mais precisava de alguém
e você também
nós aparecemos um para o outro..

Canção do dia de sempre

Tão bom viver dia a dia...
A vida assim, jamais cansa...

Viver tão só de momentos
Como estas nuvens no céu...

E só ganhar, toda a vida,
Inexperiência... esperança...

E a rosa louca dos ventos
Presa à copa do chapéu.

Nunca dês um nome a um rio:
Sempre é outro rio a passar.

Nada jamais continua,
Tudo vai recomeçar!

E sem nenhuma lembrança
Das outras vezes perdidas,
Atiro a rosa do sonho
Nas tuas mãos distraídas...

Mário Quintana

Um comentário:

ventosnaprimavera disse...

Bom dia Juliana, é muito bom vir aqui, li os textos da semana, parabéns e obrigado pelas visitas e amizade.Tudo de bom pra você.Arnoldo Pimentel