"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

15.12.09

Um Instante, Preciso!


Luz
poesia
silêncio
Aquela porta não existe mais,
com tantas aspirações que a distinguia, nada volta,
tudo se esvai
e quando notar
o tempo passou, a porta dos sentimentos esteve aberta por muito tempo
agora se fechou, mais um dia, mais um instante, mais..
Por entre as casas desta pequena cidade..
Por estas ruas de outono, pensamentos se conduzem, se movimentam como água do mar
procurando algo que mostre que cada respiração seja ou contenha uma força tamanha
capaz de refletir luz, poesia e silêncio..
silêncio..

2 comentários:

Lídia Borges disse...

Quando se fecha uma porta abre-se sempre uma janela!...

Um beijo

Mikaele Tavares disse...

Nossa. que Lindo!