"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

10.2.10

Mar e Terra


Aquelas palavras
que machucam a alma
o que está em nossa frente
porque talvez esteja descrente
vermelho, azul, branco gelo, areia
o que fazer, parece uma teia
que vai se aglomerando
pressa de se sentir livre
será mesmo que vale a pena
por que de tantas indagações
será pecado, juízo, falta ou paraíso
um choro preso na garganta
será mesmo que aquela cor ainda é tanta
parece apenas miragem
o que dizer, dizer?
o que esperar, por nada ou por tudo?
palavras e apenas palavras
verdades (convença) ou mentiras
por que desconectou a imagem
por que mudou sua vida
ainda há solidão!
Será tempo para nova partida
estas palavras que ferem a alma
um aviso
ou apenas um sentido de prosseguir
diga o que deve-se medir? Diga-me!

Palavras em vão

9 comentários:

.Justlow disse...

Mar nós relaxamos , terra só stress , quem deira ser um peixe ...
;*

Thomas Albuquerque disse...

A alma refaz-se sempre que necessário, pois é eterna e nunca se acaba.

linda imagem, dá até vontade de mergulhar rsrs


beeeijos

Carlos Augusto Matos disse...

Sem comentários... Saudades de vc no msn...

ventosnaprimavera disse...

Oi Juliana, obrigado pelo presente minha amiga, já peguei e vou postar no meu blog.Essa poesia sua é linda, gosto demais do seu blog e fico muito feliz com suas visitas.Vou te pedir um favor,se puder visite o blog do grupo cultural que faço parte em Nova Iguaçu RJ, o po-de-poesia, nos aprentamos em centro culturais,faculdades,etc. vou passar umas poesia e o onde encontrar lá,para se puder tirar um tempinho nos conhecer
link: po-de-poesia.blogspot.com
poemas abaixo
Poema coletivo (fizemos juntos)dezembro2009
Cravo Nu (Marcio Rufino)dezembro
Silêncio (Silviah)dezembro
Um canto torto que é a vida(Arnoldo)dezembro
Serena Tragédia(Sérgio Salles-Oigers)outubro 2009
Se desejar indicar-me algum blog, pode indicar que visitarei com prazer
Beijo no coração, que Deus te abençoe.Arnoldo Pimentel

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Vc consegue transmitir tão bem o sentimento em suas palavras. A gente ao ler sente a angústia, a dúvida, a busca da resposta.

Seus textos são primorosos. Gosto muito.
Bjos

LUCIMAR SIMON disse...

Mar e terra equilibrio de sentimentos, mar e terra equilibrio de emoçoes, amor pelo mar emoçao em terra, e assim segue esse duplo sentimento.

beijos

Tania Girl disse...

Palavras são um perigo...rrsrsrs
Lindo post, desculpa, não tenho nem o que dizer.
Amei!!
bjos

Mikaele Tavares disse...

Palavras podem nos animar ou nos desanimar. Por isso,as pessoas devem saber como usá-las..

Beijos

_Coisas do destino... disse...

Ao ver essa antítese Mar e Terra no título da postagem a gente de cara prevê uma idéia de atração de opostos no texto (Apesar de eu não ser muito a favor dessa ideia).E no decorrer da mensagem percebe-se, creio eu,uma idéia de desligamento, afastamento. Na minha cabeça há quebra da minha primeira impressão do texto. Não sei se isso é bom ou ruim diante dos meus dois argumentos citados acima.

Eu sou suspeito em falar dessas coisas. O que a gente sente ao ler um texto desse, é através da adaptação que a gente traz pra nossa vida, pra nossa situação. E muitas vezes se encaixa tão perfeitamente que a gente pensa: essa mensagem foi pra mim. Ela adivinhou.

Mas como experiente leitor, eu sei que essas palavras vem do seu eu, ou você se identicou; para o meu eu, para mim se identificar com você.

A conclusão que a gente tira é que somos iguais. Até nisso!