"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

2.3.10

Deserto



Destinado estava o coração
a quem resistisse a resignação
foram momentos de espera
para a chegada desta nova sensação

O coração salutar
estava disposto a enfrentar
todas as batalhas que a vida
quisesse lhe mostrar

Pergunte: o coração é forte?
Mais do que possa imaginar
tem a força da razão
com pequenas gotas de emoção
e para apimentar: resquícios de ilusão

É sensível
tem a forma do mundo
é profundo
sabe o que quer e o que não quer

Só precisava de um amor
para entendê-lo melhor
fazer dele completo
e não mais um deserto
sem rumo, ao certo..

Palavras em vão

Amigos, resolvi postar este presente que recebi da Costeira de Estrelas do Blog Retalhos de Amor... (Obrigada Costureira)


E a regra é indicar o selo para cinco blogs cujos posts você considere mais interessantes e cheios de significado: (Vamos lá):







Agradeço de coração a presença de todos vocês!

Um abraço afetuoso!


6 comentários:

Diego Morais disse...

Belo poema.
Muito bom mesmo.
Adoro poemas.
:)

.Justlow disse...

As vezes na vida devemos acolher um ''deserto''

Júlio Castellain disse...

...
Oie, Juliana...
Letrinhas na medida...
Beijos pra vc.
...

Pam Gonvcc disse...

adorei esse poema e lindo!

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Se é forte, eu não sei, mas que é belo... ah, com certeza! :)

Carlos Augusto Matos disse...

Linda fico agradecido pelo presentinho e pela lembrança... Meu blog tem muito a melhorar, mas pessoas como vc são os pés e as pernas, do meu blog, pra que ele continue de pé, e viva até Deus me permitir... Obrigadoooooooooooooooooooooooooooooooo

Bjuxxx prima...