"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

28.3.10

Quimeras e Devaneios de uma Tarde

Tumblr_krrweb0tjl1qztiryo1_400_large

Respiração falta, sopro, vento, calma
brilho que insere a alma
uma leve chuva a expandir
segundos, sessenta flores a abrir
espetáculos, o show vai partir
tragam-lhe doces; palavras vão ressurgir
as mãos se apertam para não se despedir
os dias ultrapassam as noites
e as frias madrugadas móveis
aqui não será mais o teu lugar..
pedaços assim, músicas, girassóis
prepare-se a vida não sabe sair e andar só..
tem arte, tem sonhos, magia de arlequim..
traga também todas as suas faces, hoje é o dia de colorir
com as mais lindas cores, azul, azul, azul..
seu mundo como o fundo do mar..
somente ensine a dançar
saiba se ainda é capaz..

Palavras em vão

6 comentários:

Sylvia Araujo disse...

E a gente é sempre capaz de dançar. Amar, sorrir, viver e colorir! Que nunca permitamos que isso seja em vão.

Beijomeupravocê

Tania Girl disse...

Esse post da certinho para domingos.. principalmente com hoje...(pelo menos comigo hehe)

Amei o post.
bjos

LUCIMAR SIMON disse...

Quimeras e devaneios, sao montros que criamos pra devorarem sentimentos? ou sao monstros que fazem os sentimentos brotarem feito agua na fonte? seja qual for sao frutos de uma produçao que nao podemos deixar de expor sempre e sempre.

beijos Ju

Lídia Borges disse...

Palavras em movimento à solta sobre o poema que emerge de um azul primaveril.

Um beijo

ventosnaprimavera disse...

Sua poesia é como a brisa que chega leve, mas nos faz sentir o toque no rosto e na alma.Parabéns.Arnoldo Pimentel

Maurélio disse...

Versos multicoloridos dançando sob olhares iluminados.
Lindíssimo Juliana
Abraços