"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

29.5.10

Meu Ser


Dentro de mim
dentro do meu olhar
uma confusão em cada ser
que habita este meu espaço

Vejo por todos os lados
me encontro;
e em todas as sensações
me desencontro

Procuro, me descubro
me refugio, outras vezes apareço
só algumas não me esqueço
de quem ainda sou

Tenho milhares em mim
outras ainda quero ser
sou metade inteira
talvez eu precise me decifrar assim..

Palavras em vão

6 comentários:

Hamilton H. Kubo disse...

Somos então metades inteiras.
Somos então inteiras metades enfim.
Descobrimos que não precisamos de metades.
E sim de alguém metade inteira como somos assim.

Lindo como sempre!

Carlos Augusto Matos disse...

Vc tem muitas Julianas em vc, como eu tenho muitos Carlos em mim...

Amei esse poema... Cada verso é interessante!

Bjuxxxx prima!

Bill Falcão disse...

Belas palavras em um blog incrivelmente lindo! Quem fez o template?
Bjo!!

Angel disse...

Ju, adoro essa idéia de sermos muitas em uma só, inúmeras faces que se fundem e formam o todo. Perfeitamente imperfeito, como cada um sabe ser.

Lindo que só!

Abraço, minha amiga!

! Marcelo Cândido ! disse...

A gente se divide
Ora feliz
Ora triste
Ora arrependido
Ora impiedoso...
Cada momento, um jeito
E segue a vida

Bom domingo Ju
.

Juliana. disse...

Olá Bill,

este template eu copiei o código e inseri no meu blogger, já estava pronto!

Um abraço