"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

31.5.10

O Tal Amor


Me leve esta saudade
mais me deixe o teu amor
atenção que simplesmente invade
era o começo do que sou

A poesia que, em noite fria
se rebela contra o vento
degusta esta saudade bandida
deste velho sentimento

Se agonizando, enfrenta a dor
nos muitos sonhos que disparam
o amanhã já não se pode esperar
o tempo vai sim, passar

Te exponho os meus mais leves suspiros
agora, já não sei do pouco que vivo
trarei todas as minhas loucas memórias
do nosso amor, perdido!

Palavras em vão

3 comentários:

! Marcelo Cândido ! disse...

Tem textos seus que merecem ser publicados sabia?
hehe
!!
Boa semana
...

Hamilton H. Kubo disse...

Que a saudade se duisfaça diante do amor.
Que o amor nunca seja perdido, seja sim pausado, moderado mas jamais findado.
Leve dela a saudade, deixe o amor reinar em tal bela mocidade.

Lindo, como sempre.
E como Marcelo disse, merecem sim serem publicados.

Beijos, talvez me ausente!

Rebecca (Flor) disse...

lindo!
Ahh Saudade!