"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

5.5.10

Ondas

Ondas que me guiam
que me invadem
ondas sintam a força que se extrai
de todos os meus momentos

Como água, como fases, estação
sentimentos que se transformam
cortantes em mim
e me fazem descobrir o que ainda não sou

Traduzem motivos, formas, resquícios
talvez saudades e também solidão
minha mente em constante ebulição
na loucura que insisto em chamar de vida

Ondas que me invadem
quebrem o meu silêncio tal
e traga o que preciso
o mais rápido possível.

Palavras em vão

2 comentários:

ventosnaprimavera disse...

Poesia inspirada e linda,parabéns.Arnoldo Pimentel

Carlos Augusto Matos disse...

Linda, não espere, que sem menos esperar vc vai ter o que precisa...

Bjuxxx