"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

26.6.10

Eu Vou Seguir


Eu não estou nem ai
para o que os outros vão dizer
se costumo sair pouco ou se saio muito,
nos meus olhos pode ver..

Aquela festa que perdi
a fiz dentro de mim,
quando as músicas que tocaram
passaram a existir

Talvez a euforia de adolescente
tenha vivido, com medida
mais a infância referida
ainda permanece de outra forma
agora com mais relíquia
do que almejo, sigo e vou embora

Não estou nem ai para o que os outros vão dizer
a maturidade chegou por saber
se sou assim ou se não sou
o que me importa é como estou [feliz]

Não te peço compreensão,
nem tão pouco, bençãos
o futuro é quem me diz..


Palavras em vão

4 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Sua poesia é linda e repleta de sentimentos, gosto muito de ler seu espaço, sempre com poesias belas e profundas.Se puder visite o blog abaixo de uma amiga.

http://umcoracaoqueama.blogspot.com

Tudo de bom pra você

Gabriela F. disse...

Não se importar com o que os outros dirão...acho que a maturidade nos dá isso de presente!
Gostei bastante do teu texto, me identifiquei...
beijos:*

Beta disse...

Encontro mta vida qd chego aki

"...a maturidade chegou por saber
se sou assim ou se não sou
o que me importa é como estou [feliz]..."

Adorei isso!
Parabéns
Beijo

"Hamilton H. Kubo - Profundo Pensar" disse...

Se lhe disse que amei a poesia, sere repetitivo eu sei.
Mas sou ousado, portanto digo que amo seu escrever.
Coloca em palavras, verdades de uma alma.
Coloca sentimento em tudo que nos é dito.
E por isso ou por tantos digo que amo.
Não importa quantos contradigam, o que importa é que em sua vida encontra sentido.

Beijos!