"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

5.8.10

Doces Pulsações


Construímos este amor
Em versos próprios para nossos corações
Que pudessem tocar a alma sensivelmente
E vibrassem com sintonia e doces pulsações..

Hoje, ao recitar segredos para o sol
Seu olhar me veio como farol
Guiando, sem eu chamar
Como se soubesse quando precisasse chegar..

Não tive dúvidas ao me lembrar
Que no amor era certo acreditar
Mesmo que o tempo nos envolvesse
O destino traçado iria chegar algum momento..

E em cada beijo vejo a esperança percorrer
Cada milímetro deste sentimento
Tornando os dias instantes repletos de paz
De amor, calmaria e muito mais..


Palavras em vão

Um comentário:

Victor Zanata (Exilados do Paraíso) disse...

fiquei imaginando a cena sentado ao por do sol contando-lhe segredos... Fantástico