"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

29.9.10

Amor Antigo


Era um amor tão bonito
Daqueles que em realidade admirava-se
Olhos nos olhos, a corte pregava
Com a certeza da felicidade acompanhada

As mãos trêmulas tocavam-se admiravelmente
E as estrelas sempre presenciavam o total sabor
Deste amor leve que vários instantes crescera
Em meio a sons da natureza ao esplendor

Dois seres, um caminho e um sentido
A vida já não se fazia a mesma solitária
Cada detalhe agora compunha um jardim florido
Que juntos cultivariam sempre a sorrir

Era um amor tão doce, quase conto de fadas
Brilhava no horizonte por tamanho existir
Como se o tempo fosse esquecido
Quando os dois, frente a frente, se faziam sentir..

Palavras em vão

13 comentários:

URBAN.GO disse...

Muito bonito Juliana, mas ... soube a pouco. Mas isso acontece sempre aos bons poemas ... aos bons livros, não é?
Bjs. :)

Arnoldo Pimentel disse...

Muito belo seu poema, como sempre, muito sentimento, parabéns e tudo de bom pra você,

Silviah Carvalho disse...

Que lindo poema amiga, admiro seus versos, sua forma nobre de escrever.
Bjs, fica com Deus.

Subentendidos do Mundo disse...

Quanto maior o tempo de um amor mais puro ele se torna por que ele passa pelo teste do fogo que o purifica da a tal amor a divindade de transformar o amor natural entre homens o motivo de inveja de seres divinos como os anjos;o que nos faz diferentes dos anjos é o amor e a possibilidade de amar.EU AMO VOCÊ MEU AMOR

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Ju. Mais um texto lindo q vc faz.
Gostei! mas espero que as histórias se renovem e que novos amores sempre apareçam. Amor antigo? só se valer no presente, viu?

bjs minha querida amiga! bom dia

Carlos Augusto Matos disse...

Oxi meu bem se fosse um amor perfeito, não ficaria no "era"...

Bjuxxx linda...

Lua disse...

Juliana oi queridaa!
Bem ainda to sem net, mas hj tive um tempinho e vim aqui.

Seus poemas intensos e bonitos, como sempre! e brigada por nao em abandonarr.. rs

bom findisemana,
bjo ;)

Mundo do Gê disse...

Amor antigo, daquele tipo mais bonito...
Aquele em que dois se procuram, e se encontram em um único e profundo olhar...

Como se o tempo fosse esquecido
Quando os dois, frente a frente, se faziam sentir...

O tempo sempre é esquecido quando passamos a ser dois, dois em um...

Como sua forma de escrever é linda Jú!
Um abração minha amiga, e grato por suas visitas e lindas palavras no meu mundinho...

Bjô!

Tania T. disse...

QUe romântico.. lindo demais!!!

Perfeitoo!! *-*

Beeijo

Ju Fuzetto disse...

Ai Ju, vc sempre emociona.

Bom final de semana!

beijo maior do mundo!

Silviah Carvalho disse...

Oi Juliana, me dê seu endereço de email, preciso falar com você.

Victor Zanata (Exilados do Paraíso) disse...

Amores assim são bonitos de se ver, daqueles que a felicidade chega até mesmo a quem olha.
Muito bonito

DÉYA... disse...

lindo poema...