"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

1.12.10

Imensidão


Tenho andado por ai
Desvendando horizontes, farsas
Todas encontradas em mim
E também subjugadas por todos

Deitando-me sobre a grama verde
Fiz versos presos como a gente
Inspirados no momento que poderia ver
Remendado o sentimento do entardecer

Tantas sementes plantadas para árvores crescer
Desabrochavam mangas por ali
Rosas, como se nunca tivessem visto
Aquela cantiga que os pássaros tinham comigo..

Desenhei sonhos no céu com as mãos
Com as sobrepostas imaginações, sumariamente delicadas
Escondi toda a sensação que um dia fora evidenciada
E desvendei em um toque apenas aquela suspensa imensidão.

Palavras em vão

3 comentários:

Cris França disse...

somos uma imensidão
que ninguém vê
raro passar por nós
quem nos preste atenção

bjs querida

Eduarda disse...

Aqui não há palavras em vão...há palavras que nos entram e permanecem.

bj

Anita disse...

Oii Ju, tudo bom?
Obrigada pela visita, ótimo restinho de semana pra ti.

Bjussss