"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

16.2.11

Recomeços


Hoje quero esvaziar a minha mente
Jogar tudo para fora que está guardado
Sabe uma faxina mental, consciente!
Ao som de uma música boa..

Começo recolhendo as dúvidas, reciclando os medos
Passo a limpar os cantinhos frágeis bem escondidos
Aqueles em que insistimos em guardar antiquários
Com uma fonte de água bem límpida de coesão

Tiro todas as tristezas, ilusões, tentativas frustradas
Para perdê-las em qualquer lugar e nunca achar
Reponho mais calma, paz e acima de tudo paciência
Dou brilho, para deixar um cheirinho de limpeza boa
Com amor

Também coloco todos os assuntos em ordem
De importância, como uma agenda organizada
Retiro as incertezas, o passado ruim, as feridas
E embrulho em sacolas plásticas, tudo pro lixo..

Deixo apenas aquilo que faz bem, que acresce
As vitórias serão colocadas em um porta retrato,
Os momentos únicos estarão na prateleira com os sonhos
E assim, eu estarei mais leve e livre..
Pronta para amanhã recomeçar..

Palavras em vão

4 comentários:

Talita disse...

Boa noite...

tem um selinho para você no meu blog, passa lá para pegar seu presente.

Bjs, Tata
tatapalavrasaovento.blogspot.com

Iorgama Porcely disse...

Boa sorte na sua faxina mental.
Espero que quando chegar a manhã a sua alma esteja mais iluminada do que está agora.

Beijos e bom recomeço.

Victor Zanata (Exilados do Paraíso) disse...

Boa receita de faxina mental, muito bom o texto.

Ivson disse...

Aproveite bem a viagem. Um Abraço!