"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

6.4.11

Solto de Quaisquer Amarras...



Com o coração disparado
As mãos frias e suadas
O pensamento em você..
Tudo em volta não tinha por que!

Eram múltiplos sentidos
Que me encontravam naquele instante
Jamais tido antes..
Grande o meu querer..

De mãos dadas
E olhares redundantes
Preces e poucas chances
O nosso amor, enfim, aconteceu

Livre,
Solto de quaisquer amarras
A verdade que existiria
Era só você e eu..



Palavras em vão

2 comentários:

Subentendidos do Mundo disse...

demorou sim amor mas aconteceu
te amo

Déya disse...

LindÚ! .
Como tudo que sai de seu coração...
Beijo minha querida.