"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

11.4.11

Um dia...


Quem um dia já não pensou em ser diferente

Pintar o cabelo de rosa, de azul, ficar transparente
Mudar de rumo, de cidade, ir para um lugar distante
Tocar o céu, as estrelas, a lua, ser bicho ou vidente

Quem um dia já não pensou em construir um castelo
A beira do mar, ou mesmo bem alto e bonito para morar
Em encontrar um príncipe encantado, nada de sapo pra namorar
E tomar um bom banho de chuva até o amanhecer chegar..

Quem um dia já não imaginou ter tudo o que se quer nas mãos
Uma lâmpada mágica, com direito a três, quatro, cinco pedidos
Talvez estar na pele do vizinho, ser um mosquitinho para observar
Ter o poder de voltar ao passado, reviver o que se foi tão esperado

Quem um dia já não quis estar entre os mais bem sucedidos
Encontrar a tal falada felicidade, viver mais de cento e poucos anos
Saborear a mais leve liberdade e não ter hora certa para acordar
E apenas aproveitar! Quem?

Palavras em vão

Nenhum comentário: