"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

10.6.11

Coração de Papel


ao Dia do Amor

Confiei o meu amor
Não pedi nada em troca
Entreguei a ti em mãos
Meu coração de papel

Para que fizesse ele voar
Nas noites de ventania
Mas tornou-se seu no mesmo dia
Como se fosse alguma magia

Esse amor que desata em nós
Alegria
Meu coração agora
Tem o seu de companhia

Quer viver então só de poesia
Cansou-se de somente agonia
Respirar cor e sabor
Fitar a paz..

Palavras em vão

5 comentários:

Anita disse...

Mas quem disse que o amor traz calmaria?


Bjussss guria

Jaque ઇ‍ઉ disse...

Aah que bom isso! (suspiros)
O coração não está mais sozinho ^^

Beijo querida!

O Impenetrável disse...

o seu poema me faz pensar que o amor é necessário nesses dias de pós-modernidade de pessoas, cidades, sentimentos.

abraço.

ruma disse...

Olá.
Suas obras reconfortante fascina meu coração.

Por favor, olhe bonito garotas japonesas.

Comemoração das meninas KIMONO linda

A oração de toda a paz ...
Por favor, Tenha um bom fim de semana.
Saudações.and ABRAÇO FORTE!

A partir de Saga, no Japão.
ruma

Talita disse...

Passando para deixar um beijo de bom final de semana!!!

fique com Deus!!