"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

18.7.11

As Palavras Surdas


Do seu lado
Os ouvidos esnobam, mas
Veementes choram
O pulsar de palavras surdas

Não se encontram certezas
Já esqueceram-se todas
Guardadas nas prateleiras
Dessas e mais uma

Foram jorradas sem destino
Nuas, pelos sons do vento
Como se não pertencessem
A nenhum sentimento

Mais se for para entender
Essas palavras tocam
Atingem, ferem em silêncio
O sussurrar dentro do peito!

Palavras em vão

5 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Palavras podem ser abismos ou a brisa que acaricia seu rosto, depende sempre de como você as quer receber. Beijos

Franklin Silva disse...

As palavras surdas as vezes se fazem muito mais ouvidas que as faladas. Parabéns pelo blog. Me visite: http://solamentepersonas.blogspot.com/

"(H²K) 久保 - Hamilton H. Kubo" disse...

Para o sentimento, palavras se calam e deixa-se sentir no peito!

A pura verdade!

Beijos

Subentendidos do Mundo disse...

meu amor as palavras surdas sem som elas penetram na alma e faz coisas imcompreensíveis que nem mesma a maior das poesias pode realmente expressar e a sua postagem se aproxima de tal intento

te amo meu amor

Dan disse...

Oieee Juliana, teu blog é linda, palavras escritas com sentimentos! Obrigado pela visita no meu blog.
Beijo