"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

6.9.11

O cansaço que nos abate!


"Sem Imagem - Vazio"


O cansaço não é físico
É mental
As palavras são jogadas
Como um papel no lixo

Não se tem mais controle
Vez ou outra se espalham
Pelo chão do nosso cérebro
E destroem forças, toda energia

Não há mais vontade de lutar
Com o aspecto do cansaço
Tudo se faz mal traçado
Nada se tem sentido mais

É uma imensidão que inunda
Lava todas as certezas
Machuca e deixa cicatrizes
Que não saram nunca..

Palavras em vão

7 comentários:

Joakim Antonio disse...

Eu costumo dizer as escritores que conheço, até a falta de assunto é assunto para escrevermos.

Já para o cansaço, há de se ter forças para ultrapassá-lo.

Aproveite o feriado!

Abraço

Arnoldo Pimentel disse...

Nesses momentos, devemos acordar bem cedo, sair e dar uma caminhada para sentir o vento tocar a pele, o rosto e trazer ânimo ao coração, é hora de nos procurar no centro da caverna onde estamos escondidos e trazer-nos para fora.Beijos.

Angélica Gomes disse...

Ju, como vc quer que eu coloque os creditos? pq em album nao da pra por seu blog. Coloco só Juliana??? Seria legal um sobrenome neh? Beijoss

Nayara Borato disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog Viva e deixe viver. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs





Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.



Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

http://narroterapia.blogspot.com/

Jaque ઇ‍ઉ disse...

Ai momento difícil esse...
Mas muitas vezes o cansaço mental é pior que o físico. Porque pra descansar a mente precisamos esquecer tudo e nos abandonarmos nas mãos de Deus pra Ele fazer a limpeza...

Em algum momento da vida (ou vários) isso acontecerá mesmo, mas aos poucos vamos aprendendo a sair dessa situação com aprendizado e cabeça erguida, não é mesmo querida ?

Beijo grande!

Maahry! disse...

Espero que esse não seja o seu momento atual, mas se for que a brisa do vento, o desabrochar das flores, o por-do-sol, a companhia das estrelas em noite de luar, que cheguem a ti como inspiração!
Bjoo..♥

Maahry! disse...

Tudo passa, ainda bem, né? rs..
Oh, minha querida, não sabe o quanto suas palavras me alegram e me animam a continuar escrevendo..
Saiba que lá tbm é sua casa, sinta-se a vontade sempre, se não tiver selinhos, ficaria contente se pegasse os que quiser lá no Blog, ok?
Bjoo..