"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

20.10.11

Asas do amor..



Seu moço
Deixo-te livre
Se quiser voar
E, um dia, achegar

Sei, quer viver
Viva o máximo
Aproveite teus sentidos
Teu corpo, teu jeito febril

Espero-te, 
Aqui
Vendo de longe
Tuas peripécias

Seu moço
Eu também viverei
Só para esperar
O dia que virá me fazer voar..

Palavras em vão

6 comentários:

Jeferson Cardoso disse...

Oi, Juliana! Que moço de sorte este que lhe inspirou tais palavras! Ficou lindo! Obrigado pelo carinho em meu blog, fiquei muito feliz ao ver que esteve lá. Beijo!

Sayuri Okamoto disse...

Mesmo esperando não esquecendo de viver...

Beijos flor*

Sabryna Assis disse...

Nossa essa tua poesia me fez lembrar algo que fiz, e agora lendo, vejo que fiz a coisa certa. Beijinhos
http://psmylove4ever.blogspot.com/

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Ju... seus poemas, são sempre tão bonitos.
esse é belíssimo! e que o moço te faça voar, que ele se aconchege perto de ti

bom dia

A.S. disse...

Imagino teus voos ousados! Tudo o que tiver que acontecer acontecerá no tempo certo...


Beijos,
AL

Jaque ઇ‍ઉ disse...

Amiga, lembrei do tempo em que eu e meu marido ficamos separados antes de casar... Falei que ele podia ir, e se fosse pra ser eu o esperaria. Mas vivi nesse tempo também. E ele voltou :)

Beijo!