"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

11.11.11

À vista


Flor
Com sua poderosa delicadeza 
E tamanha pureza 
Murchou

De repente,
Lágrimas
Fizeram-lhe novamente
Viver

Se somente houvesse o nada
Não haveria a luz 
E o seu perfeito
Renascimento

Flor,
Que mesmo assim resiste
Preciosa
Fez-se a mais bela daquele jardim.

Palavras em vão

5 comentários:

quanto pesa o vento? disse...

beleza sõ as tuas palavras escritas e nadas vãs... adorei!
abraço.

Iorgama Porcely disse...

Fez-se a mais bela daquele jardim porque soube sobreviver as chuvas fortes e ao sol escaldante.
Lindo poema

Rafael Castellar das Neves disse...

São suas palavras que dão a beleza a esta flor...muito bonito, Ju!

[]s

Andréya disse...

É beleza do teu coração que transparece no perfume da flor ...

beijo meu pra vc minha flor..

Jeferson Cardoso disse...

Juliana, você é a flor que vive o sentimento em sua mais verdadeira forma, você não recua nunca, e isso faz de você essa flor tão linda e especial que com imensa suavidade confere poesia ao viver de quem te lê. Espero que volte logo, e voltando me convide para vir ver o que há pra continuar o resto da vida. Beijo do amigo blogueiro!