"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

2.12.11

Ventania

Bizarra ventania
Que sopra noite e dia
Traz forte a chuva
E melancolia

Faz das forças, a anemia
Nem teus passos encorajam, 
Ainda arredia
Faz em vento tua melodia

Capaz de ser mais
Levanta, destrói
Espanta e refaz
Um cinza todo voraz

Pecadora das estruturas
Voa em alturas
Que não se pode ter
Leva embora o mal querer..

Palavras em vão

Nenhum comentário: