"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

2.12.11

Vida Perene

Em perene sentinela
Encostada na Janela
A espera de um vento
Que espalhe flor amarela

E nessa aquarela
Do vasto do céu, Cinderela
A quimera desses dias
Fez em ti poesia sincera

Mesmo não o bater da porta
Ainda permanece janela aberta
Para se o aconchego da noite fria surgir
Seja frágil e sensato o expandir

Toda a vazão que se esconde nela
Faz-se bonita, que ainda devera
Passear pelas ruas, livre quem lhe dera
Dessa sentida e certa cancela.

Palavras em vão

Nenhum comentário: