"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

9.4.12

Entre um segundo e outro

Quantas vezes você repensa
Refaz todos os passos
Redigi estórias absurdas
Reformula seus atos

Buscando digerir soluções
Se entregar ou não as emoções
E começa a remendar retalhos
Destroçados pelo tempo

Você não sabe pra onde partir
Qual a estrada certa,
Se é a decisão correta
Mas é a única que se encaixa

E tudo parece insondável
Querendo ser definitivo
Sombras esparsas dispostas a confundir
Mas as forças internas te fazem emergir...

Palavras em vão

6 comentários:

Rafael Castellar das Neves disse...

E vai-se a vida...entre um e outro...

Muito bom, Ju..

[]s

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Juliana
Passo pra saber de vc, como está e tomara que esteja muito bem!!!
Também pra felicitar-lhe pela Pascoela!!!
Essa mudança de vida é fundamental para o bom andamento do nosso viver...
Bjm de paz e pascal

Iorgama Porcely disse...

Ju, parabéns você escreveu mais um poema de arrasar.
Podemos não saber quando e como partir, ter dúvidas quanto o futuro, desejar mudar o passado e viver o presente de forma duradoura e sem arrependimentos, mas nem sempre conseguimos viver assim.
Nem sempre conseguimos todas as respostas ou tudo o que desejamos.

http://osonhodeumaflauta.blogspot.com

Fred Caju disse...

Moça que nunca larga as quadras! Muito bom!

Aproveitando, deixo aqui um vídeo para xs leitorxs do espaço: http://vimeo.com/40411264

♥♥♥Ani♥♥♥ disse...

Passei pra te desejar um final de semana maravilhoso e para agradecer todas as vezes que você carinhosamente esteve visitando meu blog.
Espero que volte sempre, pois seu carinho por lá me deixa muito feliz...


Beijos


Ani



http://cristalssp.blogspot.com

Morenaflordapele disse...

Parabéns os poemas são lindos