"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

26.10.12

Espera

Entender o que se passa,
Notificar o que se aprende
Mudar o se que deve corrigir
Retificar o que não era para ser dito...

Conversas, diálogos, 
pesares do futuro
Urgência do presente
Entregas surpreendentes

O que dizer de ti, oh, dúvida
Traiçoeira, dispersa, companheira
Tens acalentado sonhos
Como se soubesse enfeitiçar

As vezes respira-se fundo, 
para que novamente perca o ar
E as incertezas de uma vida 
Possa apagar

Momentos a espera de um por que
Surpresas? Será que vão acontecer
Conquistas embaladas como cartas
Dispostas a enfrentar mundos para serem entregues

Palavras e mais palavras
Contrariam suas sílabas
Não respeitam olhares
Não condizem com a realidade

Esperar....

3 comentários:

Rafael Castellar das Neves disse...

Excelente!!!

[]s

Márcio Ahimsa disse...

...espera é um enfeite
que contempla a beleza...

Gabriela Furtado disse...

Adoro os seus poemas! Beeeijoos