"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

22.1.13

Não há para onde correr...


Definitivamente, você tem a nítida memória
Do instante anterior e do depois
Mas algo surpreende-te, cala-te
Não há para onde correr

Ali, parado, com o olhar triste
No escuro aterrorizador
O mundo fugiu, os anjos
A proteção em forma de amor

Não há mais lágrimas
Todas secaram pela covardia
Noite fria, até chuva caia
O coração ficou triste, em agonia

E a vida passa, os dias passam
Você se recupera como devia
Ainda faltam forças, mas o que restou
Tem que ser restabelecido com sabedoria..

Palavras em vão



11 comentários:

Janaina Cruz disse...

Essas belíssimas palavras não seriam jamais em vão Juliana, teu poema tem cheiro de vida. adorei o teu blog!

Caroline de Oliveira disse...

"Não há mais lágrimas
Todas secaram pela covardia"

Adorei essa parte. Muito belo esse escrito.
Abraços

"(H²K) 久保 - Hamilton H. Kubo" disse...

Tal qual o sentimento que carrego.
Lágrimas inexistem por tanto derramarem...
E o amor este se enjaula de tanto o enganarem...
Soube da distância que nos fora criada, e peço que perdoe a pobre alma.
Aqueles que não enxergam uma amizade se quer podem saber do amor e sua intensidade...

Saudades!

Beijos

Sayuri Okamoto disse...

Saiba viver como a sabedoria ensina, pode ser que falhe em um dado momento, mas as falhas, fazem parte de um processo de aprendizagem...

Viver

Beijos linda, tenha uma linda semana <3

Gabriela Furtado disse...

Sempre que venho aqui me encanto com o que vc escreve. Mas hj, especialmente, fiquei tocada. As tuas doces palavras soaram como uma mensagem e estímulo de seguir em frente. Muito bom mesmo. Beijos

Urbano Gonçalo disse...

Olá!
Já perece um Cliché, mas ... é sempre muito bom ler-te.
Fica bem, bom fim de semana.

Anônimo disse...

as lagrimas secaram ..a saudade cada dia mais forte..aquele amor que feriu muito o coracao ..apesar desse coracao estar muito machucado.quero esquecer tudo que passou ...e encontrar um novo amor..verdadeiro que goste de de mim como sou. Ser sincero carinhoso .nao quero homem mentiroso e falso.

António Jesus Batalha disse...

Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
decerto que virei aqui mais vezes.
Sou António Batalha.
Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

Aline disse...

Olá bom dia

Vejo que não foi em vão essa visita.

Adorei suas palavras!

Aline.

Aline disse...

Olá bom dia

Vejo que não foi em vão essa visita.

Adorei suas palavras!

Aline.

Rafael Castellar das Neves disse...

Olá Juliana!!

Hoje estou passando descaradamente para fazer uma divulgação do meu livro "Patos" que disponibilizei gratuitamente e democraticamente para download e leitura on-line aqui no meu blog. Agradeço muito a quem puder ajudar com a divulgação!

Desculpe a invasão e obrigado pela oportunidade!

Abraços,

Rafael