"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

14.11.13

Coração Lançado


Poderia ter sido jogado em berço macio
Que não sentisse tanto frio,
E se enchesse de amor, 
Pobre coração

Mas foi lançado
Com nó e embaraço
Em meio a um riso sem graça
De quem não se escapa

E um vazio de palavras
Que não se leram a fio
No banco de trás
Cheio de espinhos

Triste fim deste coração
Sedento de esperança
Negado a viver
A sua devoção...

Palavras em vão

3 comentários:

DIOGO_MAR disse...

Coração, por vezes doce, outras amargo.
mas é sempre o nosso coração!

Diogo_Mar

http://diogo-mar.blogspot.com/

Carina Rocha disse...

Olá, como estás?

Não sei se se recorda de mim, sou a autora do blogue "Não procurei pelos teus olhos", pus esse blogue privado pois faz parte do passado e criei agora um novo, ei-lo:

http://odesassossegodosilencio.blogspot.pt/

Quando puderes, e se quiseres, visita. és muito bem-vinda.

Andei afastada deste mundo mas agora pretendo voltar e começar de novo a entrar no ritmo dos blogues, lendo as novidades, comentando e etc. :)

Beijinho

Ariane M. Santos disse...

Meus sinceros parabéns por tão belas palavras. Que poder de tocar a alma!