"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

8.5.14

Estranho lugar

Um ambiente calmo
De flores vermelhas e muchas
Estranha inocência se fez
Era de esperar assim acontecer

De repente,era sonho
Pessoas e meios planos
De um futuro, após
Música, som e voz

Um barulho intenso
Ambiente diverso
Do que estava noticiado
Entre os nós

E, fora do mundo
Como se tivesse
Ali ou outro lugar - profundo -
Distante para estar

Sensação que se converge
Desnorteia a emoção:
De uma agonia abundante
A um estado de reflexão

Estranho lugar!
E então,
Como se achar
Onde nunca se perdeu...

Palavras em vão

Um comentário:

VELOSO disse...

Parabéns sempre por sua poesia e sensibilidade minha amiga! Tudo de bom em tudo e sempre!