"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

5.9.14

Sem Filtros

 
 Nada mais se compreende
O que se faz virou amostra de moda.
Pessoas em pleno vigor,
Mostrando ao público seu pudor.

É época do pano rasgado,
Do fone com som alto e emaranhado,
De pessoas com virtudes despidas
E silêncios, gestos encostados.

O mundo, dizem os bons: "está ao contrário",
Ou o contrário de algum certo amparo
Fez o mundo estar assim!
Será já o seu fim?

 É tempo das horas gritantes.
Uma semana, um ano viajante.
Os homens não olham mais para si,
Não se importam se estão aqui ou por ali.

Palavras em vão

Nenhum comentário: