"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

20.11.14

Amém


Como se esperasse pela última vez
Sendo a primeira, ainda era insensatez
Acreditar que poderia ser real
Algo que nem mesmo era normal

Em únicos segundos
Uma fala, um porque
Esquecendo de tudo
Que se perdesse o mundo

De repente, a atividade
De um contexto esclarecedor
Para a visão, era noite fria
Para os ouvidos, palavras vazias

Um toque e
Tudo voltou a ser como antes.

Palavras em vão

Nenhum comentário: