"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

27.2.15

Por Acaso?


De repente e por acaso?
Não foi o que se mostrou.
O melhor acaso para nós,
Era em forma de amor.


Acaso dito por homens.
Cuidado feito por Deus.
Nossos caminhos se cruzaram.
Teus olhos nos meus.

Entre chuvas e sóis.
Nossos dias ficaram mais bonitos.
A companhia do outro.
É o que, então, se faz preciso.


Que todos os nossos acasos sejam perfeitos.
Como o toque doce dos nossos beijos.
Para sempre assim.
De repente, enfim!


Palavras em vão

Nenhum comentário: