"Escrevo: por que a escrita me faz bem, muito bem,
uma, duas, três, várias palavras, poemas, versos, textos.
Só preciso que existam palavras e elas possam me ajudar
a encontrar o vão entre os meus pensamentos e sentimentos.."Juliana Matos

19.3.18

Gargalhadas


Tem como não sorrir de tudo?
Ou para tudo?
Vamos sorrir do passado, do ontem,
Viver o que se tem de mais coerente e lindo.

Que bonito é!
Quão especial!
Nada se compara e
Se deleita.


Versos e prosas .
Imagens e momentos.
Estamos fora dos sentimentos,
Mais compreendidos. Vamos sorrir.

O que importa,
Já não importa.
O que se faz, nada, apenas.
O que é.

Palavras em vão.

Um comentário:

Denise Sayuri disse...

hey, olá boa noite neh haha

parabéns pelo poema, sorrir deveria ser a coisa mais valiosa do mundo, todos deveriam sorrir sempre...

abraços